04/01/2012

Pequeno conto sobre amor...




 -Alô, alô, aaaalô. te, alguém na linha?
(Silêncio …)
No dia seguinte na escola.-Bom dia Mari.-Bom dia Luh.-Que aconteceu que você esta com essa cara de sono?-Ah um idiota que fica me ligando e não fala nada.-Não fala assim essa pessoa pode gostar de você, mas não tem coragemde dizer e por isso te liga, só pra ouvir sua voz antes de dormir.-Ain isso só acontece em filmes sua boba. Mas eu bem que queriaque alguém gostasse de mim desse jeito.-Ás vezes tem, e você nem percebe.-O que  você tem, esta apaixonada é?-Estou.-Ah, quem é ? De que sala e eu conheço?-Sim você conhece e muito bem.-Me fala vai.-Não, nem vai dar em nada, a pessoa nunca vai perceber que eu gosto dela.-Eu já falei e ela nem percebeu que era dela que eu estava falando.-Que idiota!-Não fala assim, ela apenas não percebeu.-Porque você não é  mais direta, chega e fala na cara que gosta dele.-Okay. Vou fazer isso.-Ta mas me conta depois.-Não vai ser nescessário.-Por que?
(Silêncio…)
-Porque eu te amo Mari, amo muito, quero você de um jeito que eu nunca quiz outrapessoa.Eu te ligo toda noite pra te dizer o quanto quero ficar com você, como querote protejer,cuidar de você. Quero te fazer feliz do jeito que nimguém mais poderá fazer.
(Silêncio …)
-Ei, ei Luuuh?-Ahn.-Vou ali no patio e depois eu volto não esqueça de me contar o que aconteceu e quem éo menino ta.-Ta bom.
Mais uma vez enguli tudo o que queria dizerm e a vi se afastar. Eu fiquei ali sentada embaixo da árvore com aquele amor todo querendo escapar por minha boca e alcança-la para pedir que ela fosse minha, masnão o fiz. 
                                                                                                                                                                                               09-08-2011
                                                                                {Lollla Salerno}

Nenhum comentário:

Postar um comentário