07/03/2011

Em teus braços eu me encontro mais uma vez perdidas em pensamentos sobre você, teus olhos, tuas cores, teus gestos, tudo que me inspira a escrever. Não me canso nunca de em minhas linhas e em meus versos elucidar meu amor por você. Meus olhos buscam instintivamente por ti nas multidões, meu corpo deseja o seu, minhas mãos procuram por seu rosto para depositar ali um carinho.
Aos dias que fico sem ti só tenho uma coisa a dizer: “vocês irão passar”, pois nada irá me separar de ti, podem se passar dias e dias, mas eu sempre esperarei a bendita hora em que jamais te deixarei ir embora. Dia em que te terei você aqui sempre comigo, que poderei dormir todas as noites agarradinhas a você, que poderei te chamar de “minha esposa”, minha você sempre será minha.

Nenhum comentário:

Postar um comentário